VISAGEM abre inscrições para projeto de incursões etnográficas coletivas

Neste mês de setembro, nosso grupo de estudos dá início a mais uma jornada, o projeto Acervo – Incursões Etnográficas Coletivas. O objetivo do projeto é reunir pesquisadores e entusiastas da antropologia para a realização de etnografias coletivas de eventos e cenários da cidade de Belém, utilizando diversos suportes (audiovisual, escrita, cartografias, etc). Dessa forma, buscamos reunir diversas formas do fazer etnográfico, além dos vários olhares sobre um mesmo fenômeno.

E como evento inicial do projeto, escolhemos o Círio de Nazaré, pois além de ser uma das maiores manifestações religiosas da cidade, as dinâmicas culturais que orbitam em torno do segundo domingo vão além da procissão em si. Por isso, nessa primeira incursão, a proposta é montar uma etnografia coletiva do Círio de Nazaré em suas mais diversas dimensões. Os participantes irão elaborar pequenos projetos de incursão sobre os temas de interesse de cada um.

A dinâmica do projeto consiste em cinco encontros: 3 para apresentação e discussão de trabalhos acerca dos temas da etnografia e antropologia visual, em especial no ambiente urbano; a incursão coletiva no dia 9 de outubro, e, por fim, um encontro para o compartilhamento dos resultados da incursão.

Buscando ampliar os olhares, o projeto é aberto ao público: antropólogos, estudantes, fotógrafos, artistas visuais, profissionais de audiovisual, etc. As inscrições são gratuitas e vão dos dias 09 a 16 de setembro, através do link: https://goo.gl/forms/LXtUGToTi1aGh3wG2. Ao final, será entregue aos participantes certificado com carga horária de 30 horas.

SERVIÇO:

Projeto Acervo – Círio 2016

Inscrições: de 09 a 16 de setembro;

Encontros: 22 e 29 de setembro, 06, 09 e 13 de outubro.

Dúvidas e Informações:
visagemufpa@gmail.com;
98139-0454;
99307-1716

 

 

A Revista Visagem chega à sua segunda edição. E que venham muitas outras, pois estamos dedicados e comprometidos com sua consolidação, para fomento e divulgação das pesquisas nestes campos que fascinam a todos nós: antropologia, imagem, pessoas, sentimentos.

Antes de qualquer coisa, devemos agradecer a todos que enviaram trabalhos para submissão, foram dezenas de pesquisadores, pesquisadoras e estudantes… pessoas que acreditam em nosso periódico e em nossa proposta. Todos nós, da Equipe Editorial, enviamos daqui um sincero ‘muito obrigado’, sintam-se, todos e todas, verdadeiramente abraçados.

A segunda edição da revista está disponível para download gratuito no link: http://bit.ly/RevistaVisagem2Edição

capa-revista-full

Quem assina a arte gráfica da capa desta edição é Márcio Alvarenga, com fotografia de Luiz Eduardo Robinson Achutti.

Mostra X Prêmio Pierre Verger de Filme Etnográfico chega à Belém!

O VISAGEM – Grupo de Pesquisa em Antropologia Visual e da Imagem tem a honra de convidar para a Mostra X Prêmio Pierre Verger de Filme Etnográfico.

A mostra reúne e traz para Belém do Pará, produções fílmicas premiadas no concurso realizado durante a 29ª RBA – Reunião Brasileira de Antropologia.

PROGRAMAÇÃO:

Mostra Pierre Verger

SERVIÇO:
Pré II EAVAAM: Mostra X Prêmio Pierre Verger de Filme Etnográfico
Data: 02, 03 e 04 de dezembro de 2015
Local: Auditório do IFCH UFPA
Entrada franca. Não é necessária inscrição prévia.

Realização: VISAGEM – UFPA / Instituto de Filosofia e Ciências Humanas – UFPA

Apoio: Programa de Pós Graduação em Sociologia e Antropologia – PPGSA – UFPA e Associação Brasileira de Antropologia – ABA

Já estão disponíveis os anais do I Encontro de Antropologia Visual da América Amazônica – EAVAAM

Já está disponível para download no site do I EAVAM (www.eavaam2014.com.br) a edição com os trabalhos apresentados nos Grupos de Trabalho (GT) que compuseram o evento, realizado em Belém, Pará, no período de 04 a 06 de novembro de 2014, na Universidade Federal do Pará – UFPA.

O evento é uma iniciativa do Grupo de Pesquisa em Antropologia Visual e da Imagem – Visagem. O principal objetivo do evento é divulgar, fomentar e discutir pesquisas e produções que estão sendo realizadas no Brasil e em toda América Amazônica acerca da Antropologia Visual.

Relação dos selecionados para Workshop ‘Elaboração de Projeto de Filme Etnográfico’

Atenção:

Todos os selecionados para o workshop devem levar a ideia de um projeto de documentário etnográfico, já no 1º dia – 16/09 – para que este seja desenvolvido durante workshop. Em breve será disponibilizado o material para estudo.

  1. ALESSANDRO CAMPOS
  2. ANA SHIRLEY PENAFORTE
  3. ANDRE LEITE FERREIRA
  4. ANTONIO BRAÇO
  5. BRENO SALES
  6. DANIEL FERNANDES
  7. EMILSON FERREIRA
  8. GISELE NASCIMENTO BARROSO
  9. JOCIMARA FIDELIS
  10. KATIA SIMONE DE ARAÚJO
  11. HÉLIO SERRA NETTO
  12. LEILA LEITE
  13. LIRIA NATASHA SENA
  14. LORENA COSTA
  15. MARCELO TAVARES
  16. MICHEL RIBEIRO
  17. MILTON RIBEIRO
  18. PIERRE AZEVEDO
  19. REGINA REIS
  20. RENATA ALENCAR BECKMAN
  21. ROSA ROCHA
  22. WAGNER RODRIGUES

Agradecemos a todxs pelo interesse! Infelizmente muitas pessoas ficaram de fora, tivemos 98 inscritos, e para o bom andamento do workshop precisamos trabalhar com um número reduzido de participantes. Tentaremos em breve realizar um novo workshop, aguardem.

Workshop “Elaboração de Projetos de Documentário Etnográfico”

Estão abertas as inscrições para o workshop “Elaboração de Projetos de Documentário Etnográfico”. A ministrante, Ana Lobato é docente da Faculdade de Cinema e Audiovisual da UFPA. As inscrições são gratuitas e poderão ser feitas até o dia 10 de setembro.

Cartaz - Workshop Ana Lobato

Estão abertas as inscrições para o workshop “Elaboração de Projetos de Documentário Etnográfico”. A ministrante, Ana Lobato é docente da Faculdade de Cinema e Audiovisual da UFPA. As inscrições são gratuitas e poderão ser feitas até o dia 10 de setembro no link: http://bit.ly/WorkshopVisagem

Os selecionados serão divulgados no dia 12 de setembro em nosso blog: http://www.visagemufpa.wordpress.com. O workshop terá carga horária de 8 horas, com certificação.

Serviço:
Workshop “Elaboração de Projetos de Documentário Etnográfico”
Ministrante: Ana Lobato
Dias 16 de setembro, das 14 às 18h e 23 de setembro, de 14 às 16h.
Local: Sala de Estudos do Laboratório de Antropologia Arthur Napoleão Figueiredo – UFPA
Inscrições no link: http://bit.ly/WorkshopVisagem

Mais informações: visagemufpa@gmail.com ou (91) 981390454

Realização: VISAGEM – Grupo de Pesquisas em Antropologia Visual e da Imagem – UFPA

Dois anos de VISAGEM…

Dois anos de VISAGEM, por Denise Machado Cardoso, coordenadora do Grupo.

Há dois anos, no dia mundial da fotografia, selamos um encontro de antropólogos e antropólogas do Laboratório de Antropologia Arthur Napoleão Figueiredo (LAANF) da Universidade Federal do Pará (UFPA) que tem interesse e prática do uso de imagens na pesquisa etnográfica. Esse encontro e pareceria foram formalizados com o lançamento do Grupo de Estudos sobre Antropologia Visual e da Imagem – VISAGEM.

Ainda neste início do grupo não tínhamos nome a dar a ele e buscamos nomeá-lo com algo próximo, ou até mesmo intrínseco, à nossa cultura amazônida. Daí veio a ideia de “batizá-lo” como grupo Visagem. As visagens e assombrações tão presentes nas tradições e imaginário de quem vive na Amazônia estão presentes nas narrativas orais e são temas de estudos acerca das populações humanas desta região. Assim, imagem, imaginação e imaginário, memórias, narrativas, ethos, identidades, conhecimentos e conhecedores, e tantos outros temas e conceitos integram nossos estudos e práticas etnográficas a partir, preferencialmente, da imagem fotográfica e fílmica sob a perspectiva do campo de estudo da Antropologia Visual.

E encontrar pessoas que tem ideias, gostos e objetivos em comum é sempre algo gratificante. Quando isso ocorre no chamado mundo do trabalho a satisfação transforma o que poderia ser um fardo em algo muito leve e prazeroso. Tem-se a impressão de que não é trabalho e sim um hobby, um passatempo.

Talvez essa visão do que venha a ser trabalho ocorra pela maneira como no capitalismo nos utilizamos de nossas forças produtivas. A exploração a que nos submetemos e somos submetidos é muitas vezes sobre-humana e com pouca margem para usufruirmos outros âmbitos de nossas vidas. Assim, o lazer, o descanso, o estar em contemplação, a convivência com família e pessoas amigas, são relegados a segundo plano ou negligenciados totalmente. E quando podemos articular atividades profissionais com prazer e satisfação fica a impressão de que algo está diferente em nós e nos sentimos realizados, felizes e com energia criativa redobrada.

Assim estamos atualmente no Visagem, trabalhando como se fosse um lazer, uma festa e encontro de pessoas que amam a fotografia, o cinema, a grafitagem, as tatuagens, as gravuras, as artes plásticas e, do mesmo modo, as imagens criadas e imaginadas e tão presentes em nosso cotidiano citadino, aldeado, ribeirinho… E ao mesmo tempo, em sintonia com outros centros, lugares, povos e tribos da academia.

Vida longa ao Visagem! Uma boa, exitosa e feliz vida longa aos visagentos e visagentas!

Ass.: Denise Machado Cardoso – Coordenadora do VISAGEM – Grupo de Estudos em Antropologia Visual e da Imagem – UFPA

Chamada de contribuições – Revista VISAGEM

A Revista Eletrônica de Antropologia Visual e da Imagem – Visagem está com chamada aberta para contribuições que irão compor seu segundo número até o dia 15 de setembro de 2015. Serão aceitos trabalhos de graduandxs, pós-graduandxs, pesquisadorxs, professorxs, bolsistas de iniciação científica, extensão, ensino e de mobilidade acadêmica; monitorxs, fotógrafxs, artistas e/ou quaisquer interessadxs em Antropologia Visual e da Imagem.

11891262_709228229221405_1921316736005911283_n

A Revista Eletrônica Visagem – De Antropologia Visual e da Imagem é uma realização do VISAGEM – Grupo de Estudos e Pesquisa em Antropologia Visual e da Imagem e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia, do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, da Universidade Federal do Pará. E tem como objetivo principal a divulgação acadêmica de resultados de pesquisa, ensino, extensão e artístico na Região Amazônica e no Brasil.

Para este novo número, continuamos com a seção “Vídeos”, mas com uma novidade: para esta seção específica, faremos uma homenagem à tão querida e já saudosa professora Eneida de Assis – falecida no último dia 26 de maio e um dos nomes mais importantes para Etnologia e Educação Indígena no Brasil – recebendo apenas produções com a temática indígena, preferencialmente produzidos por indígenas.

Das Seções

Nossa revista conta com sete seções direcionadas ao debate ético, metodológico e epistemológico na área da Antropologia Visual e da Imagem, com a publicação de material de pesquisa de campo, arquivística, museológica, historiográfica e/ou documental; sendo as visualidades a porta de entrada e saída das discussões propostas. Assim, recomendamos que para o envio de propostas xs autorxs atentem para as seguintes recomendações:

  • A seção “Artigos” visa receber resultados de trabalhos desenvolvidos nas Ciências Sociais e áreas afins que reflitam sobre as visualidades como domínio ético-teórico-metodológico. Portanto, serão bem-vindos trabalhos que dialoguem com o saber-fazer da Antropologia Visual e da Imagem.
  • A seção “Ensaios Fotográficos” continua recebendo contribuições de antropólogos e pesquisadores, que utilizam a fotografia como instrumento de investigação social.
  • A seção “Vídeos” recebe produções audiovisuais derivadas de inserção acadêmica, política, militante e midiática que reflitam sobre as alteridades em vários níveis representacionais.
  • A seção “Ensaios” viceja as contribuições de pesquisadorxs, artistas e mediadorxs culturais sobre a (re)produção, (re)criação, (re)construção, (re)interpretação etc., de percepções, ambientes, sistemas e estruturas no campo da Antropologia Visual e da Imagem.
  • A seção “Entrevistas” pretende receber diálogos com professorxs e pesquisadorxs reconhecidxs na área da Antropologia Visual e da Imagem, assim como, de produtorxs, diretorxs, criadorxs de audiovisuais etnográficos.
  • A seção “Experiências Etnográficas” foi criada para congregar trabalhos de graduandxs e graduadxs, e excepcionalmente de pós- graduandxs, que relatem suas experiências de campo e/ou etnográficas nas Ciências Sociais e áreas afins, priorizando ou não a produção com visualidades.
  • A seção “Resenhas” priorizará textos sobre livros, catálogos, filmes, documentários, produções audiovisuais, curta-média-longa-metragens, de preferência recentes, que tenham ou possibilitem diálogo com o saber-fazer em questão.

Importante: todas as contribuições deverão ser enviadas para o e-mail: revistavisagem@ufpa.br

Das Regras

  • Artigos: de 10 (dez) a 20 (vinte) laudas com margens de 2cm (superior, inferior, direita e esquerda) em parágrafos justificados, entrada de parágrafo de 2cm, resumo em português, inglês e espanhol (resumo, abstract e resumen), de três a cinco palavras-chave; título e subtítulo (se houver) respeitando maiúsculas e minúsculas e centralizado, nome do autor, titulação e cargo/função (quando houver) e vínculo institucional também centralizado; espaço entrelinhas de 1.5; arquivo word (.doc ou .docx); e demais regras da ABNT.
  • Ensaios: de 10 (dez) a 20 (vinte) laudas com margens de 2cm (superior, inferior, direita e esquerda) em parágrafos justificados, entrada de parágrafo de 2cm, resumo em português, inglês e espanhol (resumo, abstract e resumen), de três a cinco palavras-chave; título e subtítulo (se houver) respeitando maiúsculas e minúsculas e centralizado, nome do autor, titulação e cargo/função (quando houver) e vínculo institucional também centralizado; espaço entrelinhas de 1.5; arquivo word (.doc ou .docx); e demais regras da ABNT.
  • Entrevistas: de cinco a dez laudas com margens de 2cm (superior, inferior, direita e esquerda) em parágrafos justificados, entrada de parágrafo de 2cm; título e subtítulo (se houver) respeitando maiúsculas e minúsculas e centralizado, nome do autor, titulação e cargo/função (quando houver) e vínculo institucional também centralizado; espaço entrelinhas de 1.5; arquivo word (.doc ou .docx); e demais regras da ABNT. Importante: As entrevista também poderão ser feitas em formato audiovisual.
  • Experiências Etnográficas: de cinco a dez laudas com margens de 2cm (superior, inferior, direita e esquerda) em parágrafos justificados, entrada de parágrafo de 2cm; título e subtítulo (se houver) respeitando maiúsculas e minúsculas e centralizado, nome do autor, titulação e cargo/função (quando houver) e vínculo institucional também centralizado; espaço entrelinhas de 1.5; arquivo word (.doc ou .docx); e demais regras da ABNT.
  • Resenhas: de três a cinco laudas com margens de 2cm (superior, inferior, direita e esquerda) em parágrafos justificados, entrada de parágrafo de 2cm; título e subtítulo (se houver) respeitando maiúsculas e minúsculas e centralizado, nome do autor, titulação e cargo/função (quando houver) e vínculo institucional também centralizado; espaço entrelinhas de 1.5; arquivo word (.doc ou .docx); e demais regras da ABNT.

Equipe Editorial da Revista Visagem

Denise Machado Cardoso

Carmem Rodrigues

Alessandro Ricardo Campos

Leila Leite

Mílton Ribeiro

Socorro Amoras

Tharyn Batalha